Vamos falar sobre Artrose e Artrite Reumatoide

Você sabe quais as principais diferenças entre artrose e artrite reumatoide? Ambas são doenças degenerativas crônicas, ou seja, têm origem na degeneração de tecidos, no caso localizados nas articulações, e têm sintomas antigos e persistentes.

A diferença é que a artrose se caracteriza por um desgaste nas articulações, muitas vezes relacionado com o envelhecimento do organismo. A artrite reumatoide, por sua vez, é uma doença autoimune, condição em que o próprio organismo se auto agride, pois o sistema imune reconhece determinadas estruturas do corpo como estranhas e produz anticorpos contra essas estruturas, causando inflamações persistentes e lesando essas estruturas.

Mas na artrite reumatoide, não são somente as articulações do corpo que sofrem agressão. Podem acontecer lesões também em outras partes do corpo, como coração, pulmões, pele.

Quanto ao tratamento dessas condições, pela medicina tradicional se utilizam em ambos os casos, anti inflamatórios não hormonais (AINH), inibidores do COX 2, além de corticosteroides sintéticos. Para o controle da artrite reumatoide também se utilizam moduladores do sistema imunológico, como hidroxicloroquina ou metotrexato.

O problema de se utilizar esses medicamentos químicos é que eles causam efeitos colaterais muito lesivos ao organismo, provocando outros problemas de saúde, e não promovem a reversão da inflamação que gera as lesões articulares e lesões dos órgãos. Eles só diminuem a dor por um certo período de tempo. E, com o passar do tempo vai sendo necessário o aumento gradativo das doses para que eles surtam efeitos nas dores.

Através dos estudos relativos ao metabolismo celular, feitos na medicina integrativa, observa-se que há algumas substâncias muito boas para se controlar essas doenças crônicas:

1- Vitamina D:

A vitamina D em altas doses é uma ótima opção para quem busca se livrar das doenças autoimunes. A dosagem padrão precisa ser individualizada para cada paciente, mas um estudo publicado em 2015 no Jornal Internacional de Artrite Reumatoide concluiu que a suplementação com 60 mil UI por semana de vitamina D em pacientes com artrite reumatoide, por 6 semanas seguidas, contribuiu para uma redução significativa na atividade da doença dentro de um curto período.

2- Ômega 3:

O ômega 3 pode ajudar nas articulações dolorosas e na rigidez, além de reduzir a necessidade de tomar medicamentos anti inflamatórios não hormonais (AINH).

3- Açafrão:

O açafrão é uma planta com propriedades anti inflamatórias, antioxidantes e que promove melhora da digestão. Essas propriedades são atribuídas à curcumina, uma substância medicinal presente no açafrão. Em pacientes que fazem uso diário do açafrão, observa-se uma melhora considerável nas dores articulares.

Leia também

O que é Ozonioterapia?

A ozonioterapia é uma prática terapêutica em que se utiliza a substância ozônio…

Ler mais

O que é a homeopatia?

Homeopatia é uma prática médica que foi estudada por um médico alemão, Samuel Hahnemann, a partir do ano de 1779…

Ler mais

A Vitamina D e a saúde da pele

A vitamina D tem várias ações importantes no nosso organismo…

Ler mais